Justiça libera buscas de fotos da Xuxa nua e em cenas de sexo que estão na internet



O STJ (Superior Tribunal de Justiça) teve decisão favorável ao buscador Google em um processo que Xuxa e seus advogados movem contra a empresa, notícia do jornal "Folha de São Paulo, nesta quarta dia 27/06/2012.
   Xuxa entrou com o processo no ano de 2010, pedindo em que todas as cenas em que ela apareça nua ou fazendo atos sexuais, como no filme Amor Estranho Amor, fossem excluídas de todos os resultados do Google.

O pedido da apresentadora também incluía o bloqueio de todos os resultados relacionados às buscas feitas pelo nome da apresentadora seguido das palavras "pedofilia" e "pornografia". Essas e outras palavras levam o internauta ao filme "Amor Estranho Amor", que Xuxa estreou em 1979, no qual ela aparece nua e em cenas de sexo com um menino que na época tinha 12 anos de idade.
Para o STJ, o Google não tem culpa pelo conteúdo que é postado na internet, sendo somente mais um buscador online como outros. A liberação se estende também para outras companhias que o Google administra, como é o caso do YouTube.
A decisão, todavia, não é final e a apresentadora ainda pode recorrer em outras instâncias.

Veja também:  Crhis Flores não aparece no programa Hoje em Dia e passa mal nos bastidores...





Postar um comentário

Regras dos comentários:
-Todos os comentários serão moderados
- Não xingue, não ofenda
- Pode deixar seu endereço de site ou blog, mas não o link do mesmo, obrigado.