O QUE ÉTICA?



O que é ética?

Ética significa modo de ser, caráter. É uma característica inerente a toda ação
humana  e,  por  esta  razão,  é  um  elemento  vital  na  produção  da  realidade  social.
Todo homem possui um senso ético, uma espécie de “consciência moral”, estando
constantemente avaliando e julgando suas ações para saber se são boas ou más,
certas ou erradas, justas ou injustas. A ética está relacionada à opção, ao desejo de
realizar a vida, mantendo com os outros relações justas e aceitáveis. Via de regra
está fundamentada nas idéias de bem e virtude, enquanto valores perseguidos por
todo ser humano e cujo alcance se traduz numa existência plena e feliz.
A  ética  não  é  algo  superposto  à  conduta  humana,  pois  todas  as  nossas
atividades  envolvem  uma  carga  moral.  Idéias  sobre  o  bem  e  o  mal,  o  certo  e  o
errado, o permitido e o proibido definem a nossa realidade.
Em nossas relações cotidianas estamos sempre diante de problemas do tipo:
Devo sempre dizer a verdade ou existem ocasiões em que posso mentir? Será que
é correto tomar tal atitude? Devo ajudar um amigo em perigo, mesmo correndo risco
de vida? Existe alguma ocasião em que seria correto atravessar um sinal de trânsito
vermelho?
Os  soldados  que  matam  numa  guerra,  podem  ser  moralmente  condenados
por seus crimes ou estão apenas cumprindo ordens?
Essas  perguntas  nos  colocam  diante  de  problemas  práticos,  que  aparecem
nas relações reais, efetivas entre indivíduos. São problemas cujas soluções, via de
regra,  não  envolvem  apenas  a  pessoa  que  os  propõe,  mas  também  a  outra  ou
outras  pessoas  que  poderão  sofrer  as  consequências  das  decisões  e  ações,
consequências que poderão muitas vezes afetar uma comunidade inteira.
Diante dos dilemas da vida, temos a tendência de conduzir nossas ações de
forma quase que instintiva, automática, fazendo uso de alguma "fórmula" ou "receita"
presente em nosso meio social, de normas que julgamos mais adequadas de serem
cumpridas,  por  terem  sido  aceitas  intimamente  e  reconhecidas  como  válidas  e
obrigatórias.  Fazemos  uso  de  normas,  praticamos  determinados  atos  e,  muitas
vezes,  nos  servimos  de  determinados  argumentos  para  tomar  decisões,  justificar
nossas ações e nos sentirmos dentro da normalidade.


Postar um comentário

Regras dos comentários:
-Todos os comentários serão moderados
- Não xingue, não ofenda
- Pode deixar seu endereço de site ou blog, mas não o link do mesmo, obrigado.