SOMENTE LAVAR VEGETAIS ANTES DE COMER NÃO É SUFICIENTE


















Nem sempre o ato de lavar, deixar de molho e esfregar bem frutas e verduras é suficiente para retirar o excesso de agrotóxicos contidos. Os alimentos orgânicos, aqueles livres de agrotóxicos, são a melhor alternativa, mas no seu cultivo eles têm que se seguir uma série de regras. No Brasil, a produção de alimentos orgânicos ainda é muito pequena.
O número de agricultores orgânicos registrados é de apenas 15 mil, de um total de 5 milhões de produtores agrícolas no país inteiro. É por esta razão que nas prateleiras dos supermercados os produtos ocupam apenas um pequeno espaço, com preço nas alturas.
Em dezembro de 2011, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) levou para o laboratório amostras de 18 tipos de alimentos diferentes. Em 28% delas, havia excesso de agrotóxicos ou produtos que não autorizados para aquela cultura, e isto representa um grande risco à saúde.
Na lista divulgada pela Anvisa, o caso mais grave encontrado foi o do pimentão. Em 92% das amostras, quase tudo, foram encontradas diversas irregularidades. O morango em segundo lugar teve 63% de suas  amostras irregulares; o pepino, 57%; a alface, 54%; e acenoura foi de quase 50% as amostras que tinham produtos proibidos. O  tomate, que já foi o campeão no topo da lista dos mais contaminados, hoje está com menos contaminação, cerca de 16,%. E uma ótima notícia: na querida batata, nenhum problema foi encontrado nas amostras que foram examinadas.





Postar um comentário

Regras dos comentários:
-Todos os comentários serão moderados
- Não xingue, não ofenda
- Pode deixar seu endereço de site ou blog, mas não o link do mesmo, obrigado.