HOMEM DEIXA MULHER PARA FICAR COM SOGRO EM VILA VELHA



Romance entre sogro e genro. Esse caso aconteceu na cidade de Vila Velha - ES, Oswaldo Nunes Bissoli torno-se pessoa non grata em sua família (família Lafaiette). O fato que gerou todo o ódio na família deu-se a partir da descoberta de um relacionamento amoroso e íntimo mantido entre genro e sogro e o amor que mantinham veio a público.

O sogro, Antonio Novaes Lafaiete, 60, bancário, pai de três filhas, chocou amigos e familiares, quando decidiu abandonar o seu lar, onde por 32 anos conviveu, para ficar junto de Oswaldo, seu genro, e viver intensamente esse "amor proibido". Sua esposa Natália Lafaiete, 59, aposentada, abandonada e trocada pelo genro ficou  a base de fortes calmantes, desde que tomou conhecimento do fato.
Oswaldo Nunes e Antonio Novaes. (Foto: Divulgação)

As duas famílias, que moram na cidade de Vila Velha - ES, jamais suspeitaram que a forte amizade entre sogro e genro ultrapassassem os limites da fraternidade. Durante anos, ambos mantinham o hábito de pescar juntos e por essa razão sempre viajavam juntos pelos locais mais belos do Brasil para colocar suas varas em rios desconhecidos.

A descoberta impactante aconteceu quando Oswaldo(o genro) pediu a seu cunhado A.O.L., 17 que formatasse seu computador. Porém, antes de formatar a máquina, o jovem resolveu " conhecê-la melho" antes de completar o serviço. Foi quando ele se deparou com uma pasta cheia de fotos íntimas do "casal proibido".

A esposa de Oswaldo, Karina Oliveira Lafaiete, 35 professora e "esposa traída", furiosa e transtornada, enviou as fotos íntimas deles para familiares e amigos e por isso responde judicialmente por violação de privacidade alheia. Amigos e conhecidos que viram as fotos, afirmam que Oswaldo possuía uma "pequena empresa", enquanto seu sogro e amante mantinha um "grande negócio".
 
Oswaldo Nunes e Antonio Novaes. (Foto: Divulgação)


Karina Oliveira Lafaiette 35 anos, professora e esposa traída, num momento de fúria decidiu enviar as fotos íntimas deles para amigos e familiares do casal e hoje responde a um processo por violação de privacidade. Quem viu as fotos diz que o comerciante possuía uma ‘pequena empresa’ enquanto o seu sogro era detentor de um ‘grande negócio’.



Postar um comentário

Regras dos comentários:
-Todos os comentários serão moderados
- Não xingue, não ofenda
- Pode deixar seu endereço de site ou blog, mas não o link do mesmo, obrigado.