COMO SAIR DA CRISE FINANCEIRA PESSOAL DE UMA VEZ POR TODAS



Como Sair da Crise Financeira Pessoal Definitivamente

Nesse post abordaremos qual a melhor maneira de sair de uma crise financeira pessoal de modo que, possamos respirar aliviados, nos livrando e pagando todas as dívidas que tenhamos, vamos então.

Não há algo que mais nos tire o sono e a tranquilidade do que uma crise financeira pessoal.

A  crise financeira  é algo que pelo menos uma vez na vida, podemos ter (quase ninguém está a salvo dessa situação).

Todos nós podemos ser vítimas de nossa própria negligência ou mau uso de nossa própria economia.

Independentemente de como você chegou a essa situação, é importante dizer que o impacto emocional é muito negativo, tanto que alguns ficam doentes e outros ainda têm sentimentos suicidas.

como sair da crise financeira pessoal definitivamenteE é que, a sua autoestima pode ser bastante afetada desde a perda de dinheiro, que pode ser sentido também, como uma perda de identidade e confiança.

Como você pode sair de uma crise financeira?. 

Então eu vou lhe dar algumas orientações que você deve levar em conta para ser capaz de superar
esta fase difícil.

Três diretrizes que podem ajudá-lo a sair de uma crise financeira pessoal.

# 1. Não perca tempo procurando culpados e assuma a responsabilidade, ela é sua.

Pode ser que os políticos e os banqueiros façam corrupção na economia do país em que você vive, mas na verdade a sua economia pessoal é de sua exclusiva responsabilidade.

Pode ser que tenha faltado conhecimento financeiro, ou você perdeu dinheiro em um investimento que não funcionou como esperado. Ou apenas você tenha se endividado até o pescoço devido à falta de educação financeira.

Você deve reconhecer que a crise existe e que por mais que tente negar o problema, o melhor é não se enganar, e aceitar que vive em um momento de dificuldade econômica e devem ser resolvido com urgência.

# 2. Se possível, informar a outras pessoas.

A sua família

Este ponto é difícil porque poderá ter vergonha que os outros saibam de sua situação financeira atual.

Mas você deve ter em mente que você não pode resolver esta questão sozinho, se você não tem o apoio das pessoas que ama, sua família.

Você deve falar claramente ao seu cônjuge, filhos, pais, irmãos; você tem que fazê-los compreender que essa situação que está acontecendo com você é apenas temporária e você deve ajustar seus gastos para que você possa estar em uma posição melhor depois.

Não tente instigar o medo, mas sej realista sobre a situação que o aflige, para que possam colaborar da melhor forma.

Informar para bancos

Se você tem obrigações para com os bancos, tais como hipotecas, empréstimos ao consumidor ou cartões de crédito, você deve considerar a ideia de ir e falar com os gerentes do banco sobre a sua situação delicada.

Muitas vezes você pode está em processo de falência, mais isso não é o maior problema, o pior é perder a confiança e o apoio às instituições financeiras, afetando o seu histórico de crédito.

Atualmente as instituições financeiras fazem concessões nestes casos e facilitam esquemas que permitem que os devedores reestruturem as suas obrigações de pagamento.

É melhor falar com eles em vez de "fugir" e não enfrentar, é a pior coisa que poderia fazer nesses casos.

# 3. Planejar a estratégia de saída desta confusão

Determine as suas dívidas totais no curto, médio e longo prazo.

Faça uma lista de todas as obrigações que você tem, e marcar como você vai sair delas (curto, médio ou longo prazo), para ter uma ideia da magnitude do que você deve.

Lembre-se de que, o que não é medido não pode ser melhorado e o que não melhora, piora.

Faça Orçamentos.

Você tem que desenvolver um plano financeiro para o cálculo e negociação de receitas e despesas antecipados de sua atividade econômica daqui para frente.

Este orçamento será muito útil, pois permite que você saiba  e quantifique de acordo com esse ponto de vista, sobre o que pode ser pago com maior urgência e o com menos urgência.

Seria bom que você elabore o orçamento, diminua os gastos de coisas que realmente não são tão importantes, ou que você pode viver sem eles, pelo menos até que esse problema seja sanado.

Por exemplo, que se você tiver um plano de TV a cabo Premium, então por que não contratar um plano básico que vai custar menos qualquer plano ou talvez nenhum; e planos de academia, por que não ter um melhor desempenho com exercícios em casa; e que alterar o plano do celular para o mais básico e similares.

- Desenvolver outras fontes de receita.

Se você quiser deixar o mais rapidamente possível essa confusão , você tem que fazer um esforço extra para obter outras fontes de renda além do que e você tem com sua folha de pagamento.

Eu sei que essa parte vai ser muito difícil para você, porque o tempo está apertado, mas o cenário em que você vive é muito urgente e você deve fazê-lo ou sim.

Ou se você quer desenvolver um negócio baseado na Internet (você sabe que, na Internet muitos negócios são desenvolvidos, então você pode fazê-lo a partir de casa), eu sugiro que você faça pesquisa em sites que possam lhe ajudar a ter uma renda extra.

- Você também tem que pensar no amanhã

Por experiência eu sei que quando passamos por uma crise financeira elas parecem durar uma vida inteira. No entanto, cedo ou tarde você vai sair dessa situação.

Por mais deprimido que você possa estar, você deve saber que essa crise financeira não vai durar uma vida inteira. E mais uma vez você está fazendo o que é necessário para ficar como era antes de chegar a este problema, ou até mesmo em melhor situação que a anterior.

Sabendo que isso não vai durar para sempre lhe dará força adicional para superar este problema. Agora a pergunta é: o que você vai fazer quando você tudo isso passar?.

Bem, uma das coisas que temos de fazer é continuar a trabalhar no orçamento regular da nossa família e continuar a desenvolver outras fontes de receita. Não é porque você saiu da crise que você vai deixar os bons hábitos que você adquiriu.

Lembre-se que você chegou a esta crise por duas razões, porque você tem dívidas "até o pescoço" e que muitas vezes depende de apenas uma fonte de renda, o salário, e no tempo presente confiar em apenas uma fonte de receita é um grande erro.

Conclusões.

A crise financeira pessoal pode ser devastadora, no entanto, você deve tentar lidar o mais rapidamente possível, para que não venha a se arrepender.

Mesmo se você sentir que uma crise financeira é o fim do mundo, de muitas maneiras, ela pode ser um novo recomeço em sua vida.

Há um velho ditado que diz que, Crise é igual Oportunidade, e a verdade é que ela poderia tornar-se um momento perfeito (embora agora você pensa de outra forma) para começar a expandir seus fluxos de receita com negócios ou investimentos.

Tudo depende da atitude com a qual você está enfrentando esta situação. Digo-vos por experiência própria que é possível alcançar este objectivo.


Agora diga você que está lendo esse artigo:? Alguma vez você já sofreu uma crise financeira, Você está atualmente em uma crise e quer sair dela?. Vamos falar sobre isso, por favor me deixe o seu comentário.


Postar um comentário

Regras dos comentários:
-Todos os comentários serão moderados
- Não xingue, não ofenda
- Pode deixar seu endereço de site ou blog, mas não o link do mesmo, obrigado.